A importância do Meio Ambiente

Olá! Seja bem vindx ao BLOG do time Enactus Unifei Itajubá! Abaixo você encontrará um conteúdo sobre: A importância do Meio Ambiente!


Hoje em dia, muito se tem debatido sobre o meio ambiente e a importância em sua preservação e conservação, assim como as diversas formas que o homem o danifica e como tudo isso irá refletir em gerações futuras.


O que é Meio Ambiente?


De acordo com o artigo 3° da Lei de Política Nacional do Meio Ambiente, tem-se como definição de meio ambiente o “conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica que permite, abrigar e reger a vida em todas as suas formas. ”


Assim, dentro do meio ambiente físico podemos encontrar componentes como ar, água, solo, fauna e flora.



Importância do meio ambiente


Pensado nisso, podemos notar que o meio ambiente possui grande importância não só na vida do homem, mas sim de todos os seres que habitam o planeta Terra.


Isso ocorre, pois, é graças a seus recursos naturais que todos conseguem manter uma vida plena e saudável. Dessa forma, vemos que desde o alimento que consumimos, até o ar que respiramos é proveniente da natura, o que faz com que todos sejam dependentes dela.


Quando pensamos nos recursos da natureza que utilizamos, restringimos a pensar na água, no ar e nos alimentos que nos sãos disponibilizados, porém esses são só algumas coisas que utilizamos. Vale pensar que nossa mobília de nossas casas, os livros que garantem nossas formações e as tecnologias que movem o mundo têm origem na natureza, o que nos mostra sua alta influência em nossas vidas.


Preservação do meio ambiente


Entretanto, apesar de todos os conhecimentos sobre os benefícios do meio ambiente em nossas vidas, o homem se tornou ao longo dos anos seu maior destruidor, o que já tem causado diversos reflexos negativos hoje em dia e ainda há estudos que mostram que caso isso continue a acontecer os impactos ao longo dos anos serão ainda piores.


Algumas ações que afetam o meio ambiente:


  • Queimadas

  • Desmatamento

  • Lançamento de gases tóxicos

  • Contaminação de rios, mares e nascentes

  • Contaminação do solo

  • Esgoto a céu aberto

  • Descarte indevido de lixos


Danos causados pela degradação ambiental:


  • Aquecimento global

  • Alteração do ciclo natural de plantas e animais

  • A falta de água

  • Poluição do ar e água

  • Redução na quantidade de matéria prima

  • Surgimento de novas doenças

  • Extinção de espécies de animais


Atitudes para contribuir para a preservação do meio ambiente:


  • Descarte adequando do lixo produzido

  • Reciclar e reutilizar

  • Economia de água

  • Economia de energia elétrica

  • Evitar uso exacerbado de carro individual

  • Promover a educação ambiental

  • Não gerar queimadas

  • Plantar árvores


Sustentabilidade em Empresas


Atualmente, empresas possui grande influência mundial, tendo em vista que elas são os grandes pilares da economia. Dessa forma, com toda a preocupação ambiental se tornando debates em diversos canais e momentos do dia a dia das pessoas, essas empresas se sentem pressionadas a se posicionar e acabam por definir medidas e estratégias para adaptar seu mercado e produção aos cuidados ambientais.


Sendo assim, e pensado que a sustentabilidade ambiental está diretamente relacionada a capacidade de suporte, resiliência e resistência dos ecossistemas, a gestão de sustentabilidade tem ganhado cada vez mais espaço nas agendas estratégicas dessas instituições.


Algumas mudanças adotas por empresas:


  • Economia de baixo carbono

  • Economia circular

  • Gestão de resíduos sólidos

  • Reciclagem

  • Ações de responsabilidade social

  • Processos de produção mais limpos

  • Uso de fontes de energia renováveis

  • Fabricação de produtos mais duráveis




Diante deste cenário, é notório a importância de as empresas adotarem posturas em prol do meio ambiente e da sustentabilidade, já que assim, além de contribuírem consigo mesmas dentro do mercado competidor, ainda geram grandes preservações dos recursos naturais e garantem uma grande disseminação pelo mundo de informações e influência na população devido ao marketing que promovem.



Porém, há dois temas que merecem destaque e serem melhor conhecidos em relação a sua influência no meio ambiente, que é a questão do saneamento básico e o alto consumo de carne no mundo.


Saneamento Básico


Muito se fala em preservação ambiental, mas poucos entendem a interferência da falta de saneamento básico neste processo. Porém, para isso, o entendimento do conceito de saneamento básico se faz necessário, que de acordo com o Trata Brasil, é o “conjunto de medidas que visa a preservação ou modificação das condições do meio ambiente, com o intuito de prevenir doenças e promover a saúde. ”


Sendo assim, se há uma correlação direta entre a falta de saneamento básico e a preservação do meio ambiente, que trazem pontos negativos para todos os envolvidos, como:


Propagação de doenças


Considerado um dos mais relevantes impactos, a falta de saneamento básico gera reflexos no meio ambiente que proporcionam o surgimento de doenças para os animais e a população. Uma delas é a diarreia, que anualmente mata 361 mil crianças com menos de 5 anos em todo o mundo, e que com a coleta adequada de esgoto e o acesso a água potável poderia ser evitado 88% dessas mortes.


Outro ponto de importante reflexão quanto a ocorrência de doenças se dá pela reprodução de mosquitos em água parada, que causam inúmeras doenças como dengue, febre amarela, malária, entre outras.


Aquecimento global


Outro ponto de importante interferência do saneamento básico ao meio ambiente é em relação ao fato de que este contribui efetivamente para minimizar problemas relacionados ao efeito estufa, já que reduz a emissão de gás carbônico na atmosfera.


Sendo assim, com a redução do efeito estufa é possível que as grandes matas se mantenham ou que até ocorra sua expansão, o que garante a preservação dos rios e da qualidade do ar, o que está diretamente relacionado ao equilíbrio do ecossistema.


Poluição do meio ambiente


Com a falta de saneamento básico, a degradação ambiental tem tido seus impactos cada vez mais visíveis. Isso ocorre, pois em sua ausência o descarte inadequado de resíduos gera um crescimento da poluição ambiental, o que causa uma série de prejuízos para a natureza.


Além disso, segundo o Trata Brasil, diariamente são despejados 3.500 piscinas olímpicas de esgotos em rios, mares e cursos d’água, isso tudo apenas pelas 100 maiores cidades brasileiras. Esses ambientes aquáticos que sofrem contaminação acabam matando inúmeras espécies de uma cadeia alimentar, afetando assim o geral de um ecossistema.


Consumo de carne e seu impacto ambiental


Por mais que não seja uma informação muito disseminada mundialmente, o alto consumo de carne tem interferência direta na poluição ambiental. Com a expansão da agropecuária há um alto preço ambiental a ser pago, já que para que haja a criação de gado há a necessidade de áreas capazes de abrigar e suprir esses animais, com isso ocorre o desmatamento e a contaminação do solo e da água.


Além disso, a produção de carne acaba sendo uma grande das responsáveis pela emissão de gases poluentes, o que acaba acelerando os efeitos do aquecimento global, sendo esta responsável pela mesma quantidade de emissão do volume de gases do efeito estufa que todos os carros, caminhões, aviões e navios do planeta produzem juntos.


Pensando nisso, o Greenpeace realizou uma pesquisa nesta vertente, e constatou que o recomendado é que o consumo de carne e derivados se reduza em 50% até 2050, para que assim haja um controle nos prejuízos ambientais causados por esse comércio.




Portanto, fica evidente a importância da preservação do meio ambiente, não só para a vida da fauna e flora, mas também para a própria existência da humanidade, isso deixa claro que cada indivíduo, empresário, governante, ou qualquer um que seja deve começar a pensar em cada atitude que realiza em seu dia a dia e tentar efetiva-la de uma forma que possa contribuir com o meio ambiente, além de sempre informar pessoas conhecidas sobre os benefícios desta prática. Dessa forma, não estará cooperando com a própria sobrevivência, mas também com a de gerações futuras e de outras espécies.














22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mas o que é o Simpósio? O Simpósio, segundo o CAPES¹, é uma reunião de iniciativa proposta à uma determinada comunidade científica, envolvendo assuntos específicos. Este tipo de evento visa agregar co