Avaliação de Desempenho: por que ela é importante pra minha equipe?

Olá! Seja bem vindx a mais um conteúdo incrível que a Enactus Unifei Itajubá preparou para ajudar você a melhorar o desempenho e engajamento da sua equipe. Abaixo, iremos expor a importância de uma Avaliação de Desempenho bem aplicada! Vamos lá?



Existem vários meios de melhorar a performance de uma equipe, e a Avaliação de Desempenho é um dos recursos que podemos utilizar para conquistar essa melhor atuação do time.


É uma ferramenta de gestão muito útil no desenvolvimento do indivíduo e da equipe, envolve critérios relevantes para o cotidiano da área, assim, podendo analisar competências técnicas e comportamentais dos membros.


Mas e aí, por que fazer?


Essa ferramenta é de suma importância para traçar um perfil dos membros, ajudando tanto a área de Gestão de Pessoas quanto Líderes, responsáveis pelo desempenho do time, a propor medidas mais concretas. Também contribui com o autoconhecimento dos pontos fortes e os pontos a melhorar, auxiliando na hora de estipular metas.


Existem diversos motivos para fazer uma Avaliação de Desempenho:

  • O time fica mais próximo dos membros;

  • Aumenta a liberdade para que o membro possa opinar sobre as outras pessoas da área;

  • Aumenta a liberdade para feedbacks construtivos.

Uma boa avaliação, ajuda também na análise de necessidades de treinamentos e evidencia pontos que precisam de foco, contribuindo para o crescimento do time.


Então entra a questão: o que será avaliado?


Os critérios e competências específicos dependem de cada equipe, é claro. Mas, de uma maneira geral, se bem executada a Avaliação tange aspectos gerais esperados para um bom andamento de um time:

  • Postura

  • Conhecimento técnico

  • Relacionamento

  • Comportamentos relevantes

O peso de cada uma das esferas pode ser maior ou menor, isso depende apenas de como funciona a sua equipe e quais prioridades são estabelecidas ao se avaliar um membro.





A partir da implementação da Avaliação de Desempenho, obtemos diversas vantagens, são elas:

  1. Identificação de habilidades que precisam ser desenvolvidas e trabalhadas;

  2. Padronização das avaliações. Com isso a avaliação acaba ficando mais clara e objetiva, essa objetividade permite uma melhor percepção em relação ao cumprimento dos objetivos e das metas já pré-estabelecidas;

  3. Um ambiente mais participativo, produtivo e animado. Já com os objetivos estabelecidos, os membros enxergam seu papel e sua importância dentro da Rede Enactus, melhorando assim seu engajamento dentro das atividades;

  4. Fortalece a equipe e ajuda a liderança. Melhora a relação entre os membros e a liderança, evitando assim futuros conflitos e estresses;

  5. Evidencia os resultados. Os resultados acabam ficando bem esclarecidos, de forma clara e objetiva;

  6. Evidencia o perfil de cada membro;

  7. Compreensão do desempenho e da organização da equipe. Com a Avaliação de Desempenho é possível obter dados que vão desde o panorama da performance individual dos membros até o desempenho geral da equipe.


A Avaliação de Desempenho depende diretamente da Gestão de Desempenho (conjunto de práticas contínuas que garantem que os membros recebam os feedbacks que, para ter uma maior eficiência, devem ser direcionados). Além da Gestão de Desempenho, há outros tópicos que devem ser considerados em todas as Avaliações de Desempenho, são eles:

  1. Alinhamento das metas. Assim os membros podem esclarecer e definir o que é relevante para a realização dos objetivos do time;

  2. Desenvolvimento das habilidades. É importante que haja um trabalho constante com os membros, por meio de treinamentos e até mesmo feedbacks;

  3. Foco no membro. A atenção aos membros é essencial, isso ajuda na clareza, tanto no que se diz respeito ao seu autoconhecimento quanto nas suas capacidades técnicas. O foco nos membros também faz com que eles tenham um estímulo de crescimento, melhorando assim também o desempenho de toda a equipe;

  4. Empoderamento e engajamento de todos. É importante sempre incluir e dar feedbacks aos membros, isso faz com que eles se tornem capazes de identificar o desenvolvimento, tanto da equipe quanto pessoal, além de ressaltar a sua importância dentro do time;


Para uma avaliação completa e eficiente é primordial estabelecer valores , seja de 1 à 5, ou de 1 à 10, ou qualquer outro que achar válido, o importante é ter definido quanto cada nota significa e especificar o que cada critério significa! Ser específico elimina o fator da subjetividade, já que na visão de cada um, uma nota 3, por exemplo, tem um peso diferente.

Inclui-se, também:

  • A Autoavaliação, assim o membro, de forma objetiva, expõe a sua visão sobre sua atuação.

  • Avaliação 360°, assim todos que trabalharam com o membro em questão avaliam e dão sua opinião sobre o desempenho ao longo do ciclo estabelecido.

A união desses fatores dá mais credibilidade ao processo, deixando-o, por assim dizer, mais justo.


Na Enactus Unifei Itajubá, sintetizamos os valores e critérios em um formulário, que por sua vez está vinculado uma planilha automática, que facilita a visualização final e a apresentação dos resultados.


Cada área ou projeto tem seus critérios padrões estabelecidos de acordo com as demandas cotidianas. São eles:

  • Programa*: tomada de decisão; pragmático; visão sistêmica.

  • Administrativo Financeiro: cauteloso; acessibilidade das atividades; capacidade de identificar oportunidades e riscos; comprometimento sistêmico, comunicação com parceiros.

  • Gestão de Pessoas: tato; minuciosidade; neutralidade; ética.

  • Comunicação: criatividade, comunicação com parceiras; conhecimento do público.

  • Liderança (diretoria): visão sistêmica; motivadora; alinhamento do time; pragmático; tomada de decisão; postura.

*(Os critérios utilizados nos projetos são os mesmo utilizados na área de Programa)


Além desses, utilizamos também critérios gerais, para todas as áreas e projetos, são eles: proatividade; trabalho em equipe; comunicação; melhoria contínua; organização; criatividade; participatividade; gestão de conhecimento; engajamento; saber lidar com problemas; saber lidar com problemas; empatia.


As respostas do formulário vão automaticamente para a planilha, onde são separadas por membros e cada área/projeto gera um gráfico com o comparativo da autoavaliação e da média geral dos demais membros.

Se um membro, por exemplo, faz parte da área de Gestão de Pessoas, da Diretoria e de um determinado Projeto, por sua vez terá três gráficos, fazendo esse comparativo com cada um desses grupos juntamente com comentários abertos, onde os demais podem acrescentar pontos positivos e pontos a melhorar da pessoa em questão.


Esse mesmo processo é feito com todos os membros no final de todo semestre letivo e apresentado no início do seguinte.


Abaixo, um exemplo de como ficaria a visualização final da avaliação de um membro, após a coleta de todas as informações e notas:





Todas essas etapas são muito importantes, mas e depois? O que fazer com o que foi coletado?


O passo principal, obviamente, é mostrar para o membro os resultados. Ir ponto a ponto, ressaltando as diferenças (caso tenha) da autoavaliação e da média geral, os pontos de destaque e quais precisam de uma atençãozinha especial. Usar as informações para traçar um plano de ação, desenvolver metas e pensar em que critérios focar.


Uma presença ativa de Gestão de Pessoas/Recursos Humanos é um diferencial essencial para manter o engajamento e motivação para atingir os objetivos estipulados. Manter uma comunicação, lembrando e acompanhando o que foi determinado, vendo onde está chegando ou até mesmo reavaliar a relevância de uma das metas, ver se ainda cabe na realidade com o passar do tempo.


E no fim, resta repetir o processo! O ciclo é determinado para o que melhor encaixa no seu time, mas é importante manter a periodicidade e acompanhar o desenvolvimento.


E lembre-se que toda conquista merece comemorar e todo avanço importa 💛.

Ah, caso tenham qualquer dúvida ou queiram o material que usamos para guiar esse processo dentro do nosso time, não hesite em contatar-nos. Abraço! Até a próxima!



77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mas o que é o Simpósio? O Simpósio, segundo o CAPES¹, é uma reunião de iniciativa proposta à uma determinada comunidade científica, envolvendo assuntos específicos. Este tipo de evento visa agregar co