Dia da Criatividade!


Olá! Seja bem vindx ao BLOG do time Enactus Unifei Itajubá! Em comemoração ao Dia da Criatividade, no dia 17 de Novembro, separamos um conteúdo incrível sobre o porquê dela ser tão importante como agente de inovação e comunicação!


Afinal, o que é Criatividade?


Inicialmente, a criatividade é a capacidade de criar, produzir ou inventar coisas novas, bem como a capacidade de transformar situações e inovar no modo de agir.


Portanto, a criatividade não se trata apenas de um talento inato, é também uma competência que, tal como outras, pode ser treinada e desenvolvida e que, cada vez mais, é valorizada em qualquer currículo. Dessa maneira, o pensamento criativo está relacionado às intuições, emoções e habilidades práticas.


Além disso, a criatividade faz parte das competências socioemocionais, propostas na nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Essas características propõem o desenvolvimento do aluno como um cidadão completo, emocionalmente preparado para ter sucesso tanto nas relações pessoais quanto, no futuro, nas habilidades profissionais.


O que nos impede de sermos criativos?


O autor de ‘’Um Toc na Cuca’’, Roger Von Oech, nos mostra que nossa mente criativa é capaz de transformar uma coisa em outra, gerando ideias inovadoras, através da mudança de perspectiva. No entanto, os diversos contextos sociais que estamos inseridos acarretam em bloqueios mentais, nos impedindo de nos permitirmos e, consequentemente, nos abrirmos para novas ideias.


Alguns desses bloqueios são:


  • Esperar que haja uma resposta certa, ou acreditar que algo não tem lógica e se impedir de buscar novos caminhos

  • Acreditar que é proibido errar ou que brincar é falta de seriedade

  • Duvidar do seu potencial de ser criativo

Desse modo, esses bloqueios interrompem nosso fluxo criativo, fazendo com que seja impossível desenvolver ideias inovadoras. Logo, é necessário reconhecer os ‘’toc’s’’ e identificar o momento de utilizar o pensamento criativo e o pensamento concreto para esse processo.


Então, quem pode ser criativo?


A verdade é que: qualquer pessoa pode ser criativa!

De acordo com Thiago Gringon, coordenador da pós em Criatividade & Ambiente Complexo da ESPM, a criatividade nasce a partir da maneira como uma pessoa vê e se relaciona com o que está ao seu redor e, dessa maneira, certas estratégias podem ser adotadas para a incentivar:

  • Cuidados com o Sono

“O sono não é um inimigo da criatividade”

Após uma pesquisa realizada pela Albion College, nos EUA, o cientista Mareike Wieth concluiu que o resultado se deve ao fato da mente sonolenta, por estar mais desatenta, está propícia a fazer associações mais improváveis do que se estivesse mais focada, estimulando assim a criatividade.

  • Faça uma pausa

A criatividade é um estado de espírito. Para ter boas idéias é preciso estar relaxado. A atenção excessiva nos impede de detectar conexões que levam a idéias criativas. Às vezes, as melhores ideias são aquelas que surgem durante bons banhos quentes.

Existem 8 estratégias de grandes mentes para atingir o sucesso. Você deve relaxar, usar a cabeça, se distrair, buscar inspirações, fazer algo habitual, como ir para uma caminhada, lavar os pratos, ou tirar uma soneca, acessar regiões periféricas do cérebro inconscientemente, estudar, ler e ser feliz.


Conforme pesquisa realizada pela Universidade de Toronto, algumas atividades relaxantes feitas regularmente acionam a área do cérebro responsável pelos insights, aquele momento em que se tem uma ideia nova. Atividades domésticas, como lavar a louça e regar o jardim, são algumas delas. Mas claro, desde que isso não traga tensão. Atividades físicas leves como caminhada também fazem com que a mente relaxe e pense mais livremente.

  • Trabalhe seu humor

Existe uma conexão definitiva entre a emoção e a criatividade. As emoções e o humor fazem uma pessoa mais positiva, e todo pensamento positivo ajuda na criatividade. 50 por cento das chances de ter uma ideia criativa durante um dia vem do bom humor e de uma atitude positiva.

  • Libere sua mente


Dê asas para sua imaginação. Ouse ver seus projetos saindo do planejamento e passando para a realidade. Colocar ideias guardadas em prática faz com que sua mente pense e crie de forma cada vez mais livre.


Sua mente é mais criativa quando é mais solta e desorganizada: outro momento ideal para ideias, de acordo com Beeman e John Kounios, é o início da manhã, logo após acordar. O cérebro sonolento é desorganizado, aberto a todos os tipos de idéias não convencionais.




Técnicas


Aprender a ser criativo implica a utilização, na prática, de diversas técnicas de criatividade. Se o seu objetivo é ser inovador e aumentar a sua criatividade, então saiba que a sua criatividade pode e deve ser estimulada para que consiga obter os resultados esperados. É importante que compreenda que a criatividade não irá surgir de imediato, mas sim a partir de alguns hábitos incorporados no seu dia-a-dia. O objetivo é mesmo fazer com que o seu cérebro pense “fora da caixa”.


  1. Brainstorming/Brainwriting

  2. Associação de ideias

Esta é uma técnica que estimula a criatividade através da combinação de objetos, palavras e conceitos, melhorando ainda a memória.


3. Intuição consciente


Esta é uma das técnicas de criatividade que poderá praticar sozinho. A filosofia a seguir é que a resposta aos problemas está na nossa mente, basta relaxar para a descobrir. Concentre-se no problema, imagine os possíveis cenários de resolução e aponte o que imaginou. No meio de todas as imagens e detalhes pode estar a resposta que procura.


4. Mapa mental


Esta técnica serve para eliminar bloqueios e dar liberdade total à mente. Pode começar por escrever a problemática no centro de uma folha de papel e, em seguida, desenhe diversas linhas a partir dela, escrevendo no extremo de cada linha uma diferente palavra-chave.


5. Técnica da descontinuidade


Esta é uma das técnicas de criatividade que consiste numa pequena mudança forçada de hábitos. Ora, tal faz com que a mente passe a ver o mundo de outra forma. O objetivo é forçar a nossa mente a olhar para o mundo que nos rodeia de uma forma diferente, algo que nos incentiva a sermos mais criativos.


Portanto, a criatividade pode e deve ser estimulada, uma vez que representa um grande diferencial no mercado de trabalho e nas relações interpessoais!


Indicações:


Por fim, o time ENACTUS UNIFEI ITAJUBÁ agradece sua leitura! Esperamos que o texto possa te auxiliar a compreender a importância do desenvolvimento da inteligência emocional!

Compartilhe com seus amigos e em suas redes sociais para que mais pessoas possam nos conhecer... Deixe nos comentários sua opinião e dúvidas sobre o assunto, seu feedback é muito importante para que possamos crescer e trazer cada vez mais o melhor para você!


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mas o que é o Simpósio? O Simpósio, segundo o CAPES¹, é uma reunião de iniciativa proposta à uma determinada comunidade científica, envolvendo assuntos específicos. Este tipo de evento visa agregar co